segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Outrora...

Se a criação deste Diário não houvesse sido tardia, talvez tivesse eu descrito a glória de meu palácio, a beleza de suas paredes intransponíveis, repletas de pinturas, confeccionadas por mãos outrora habilidosas, e mente um dia filosófica. Talvez pudessem presenciar a glória daquele chão de mármore por onde podia-se pisar sem desconforto, livre. O leito dourado à luz de velas, belo e revigorante. A doce música provinda dos cantos do próprio castelo, qual maravilha à luz de estrelas, luz única que um dia atravessou seus vitrais magníficos, sobrebos por si só. E quão perfeito não era o trono onde me recostava, observava, pensava e trabalhava, trabalhava em minha própria gratificação, sabendo que havia um lugar só meu o qual, acreditava eu em minha ingenuidade, nenhuma ação da inveja podia surtir efeito, e nenhum olhar de discórdia poderia abalar.

Pobre tolo. Quanto mais acreditava em minha glória e em minha subsistência, mais preparavam o ataque final, que me tiraria de minha própria casa, para vagar em torno dela enquanto fosse usurpada por aqueles que dela nunca necessitaram. Agora cá estou eu. As obras se foram junto com minhas mãos decepadas, a beleza se foi com meus olhos arrancados. O chão de mármore me foi roubado ao lado de meus pés e minha cama está em chamas, enquanto os últimos resquícios de minha sanidade se desvanecem com a memória de dias perfeitos.

4 comentários:

  1. Nossa! Fiquei com muita vontade de saber o resto dessa história obscura...
    (júlio, estou adorando suas postagens!)

    ResponderExcluir
  2. Éé... também to com vontade de escrever mais!
    Agora só tá me faltando um pouco mais de inspiração.. Mas acho que logo poderei escrever mais alguma coisa, que talvez ligue com algum dos outros textos.
    Obrigado por visitar meu Blog, Camila ^^
    E, principalmente, por gostar dele hehehe

    ResponderExcluir
  3. Ah seu besta! Não agradeça!
    Se eu gosto o mérito é todo seu, por conseguir prender minha atenção, e me fazer desejar ler mais de suas histórias.

    ResponderExcluir
  4. Se você diz, então tudo bem hehehe

    Mas se é assim então vou continuar escrevendo entusiasmadamente, se minha internet permitir.

    Assim que puder, colocarei novos textos aqui!

    ResponderExcluir